Notícias

Uma noite para descobrir e curtir talentos musicais

Colégio Província de São Pedro promoveu Festival de Bandas

Do rock, passando pela MPB, música instrumental, clássica e chegando ao sertanejo universitário. O Festival de Bandas do Colégio Província agradou a todos os gostos e estilos musicais no sábado (18/11). O evento, organizado e promovido pelo Grêmio Estudantil do Província (GEP), liderado pelas alunas Lauren Salomão e Laís Travi, do 1º ano do Ensino Médio, e pelo professor de filosofia, Daniel Casarini, reuniu alunos, ex-alunos, professores e famílias para uma noite especial.

– Os alunos foram organizados, empenhados e ainda tiveram mais uma lição sobre trabalho em equipe com o Festival. Também percebemos talentos diversos nos estudantes, desde o bom desempenho com o violão, até outros instrumentos e com a própria voz. O ambiente familiar também contribuiu para o sucesso das apresentações – avaliou a coordenadora do Ensino Médio, Magaly Barbieri.

Um dos destaques da noite foi a apresentação da banda dos professores, que contou com o professor Daniel Casarini, tocando violão e gaita de boca, com o professor de História, Cláudio Guimarães, tocando violão, e com a professora de Biologia Cristina Abuabara, cantando. O trio interpretou uma canção, feita a partir da música Ana Júlia, da banda Los Hermanos, com letra composta pelo professor Cláudio, que explica a Revolução Industrial.

– O principal aprendizado para os jovens é essa experiência de se apresentarem em um ambiente diferente, pois mesmo que eles toquem e cantem em casa ou com amigos, aqui eles tiveram a chance de estar em um palco grande, com uma plateia assistindo. Foi uma oportunidade de conhecermos talentos e gostos que normalmente não temos como perceber no dia a dia. Os mais tímidos conseguiram driblar esse obstáculo e realizaram um belo show – afirmou Daniel Casarini.

O Festival de Bandas contou com apresentações individuais, em duplas e em bandas. Entre as atrações estavam um touro mecânico, tobogã inflável e a DJ Natália do Amaral, também aluna da escola, que tocou das 19h às 20h.