Notícias

Projeto conscientiza comunidade escolar sobre descarte de resíduos plásticos

Garrafas plásticas vazias e canudos foram recolhidos durante uma semana para estudantes fazerem estimativa do consumo desses produtos

Ao longo do mês de abril, os alunos do 8° ano do Ensino Fundamental do Colégio Província de São Pedro estiveram engajados em um projeto de sensibilização da comunidade escolar com relação ao uso e descarte apropriado de resíduos plásticos recicláveis, o “Cuide de mim”. A iniciativa foi orientada pelos professores Alexandre Martins, Juliana Carvalho e Sheridan Pinto.

– Consultamos os alunos para saber o que eles pensavam que seria importante aprender dentro das ofertas nas áreas de conhecimento. O destino do lixo após o descarte na lixeira era algo que os instigava. A intenção, com esse projeto, foi mostrar os diferentes destinos dos resíduos recicláveis, tanto na teoria quanto na prática. A mensagem que queríamos passar é que eles podem ter um pouco mais de atenção com esse lixo que eles geram – explicou Martins.

Os jovens confeccionaram e dispuseram nas salas de aula cestos tramados de jornal, onde eram depositadas garrafas plásticas vazias e canudos. Também disponibilizaram um reservatório na cantina da escola para o descarte na hora do recreio. O período de coleta foi entre os dias 16 e 20 de abril. Todos que participaram da campanha registraram seus dados para concorrer ao sorteio de um item surpresa, produzido com material reciclável.

– Temos que começar a mostrar para o mundo que não é legal ficar gastando recursos quando a gente pode economizar, reutilizando as garrafas plásticas para transformá-las em outros objetos ou, até mesmo, usá-las mais de uma vez. Somos jovens e estamos aprendendo a ampliar esse conhecimento, para que não fique restrito somente ao colégio – comentou a aluna da turma 82, Martina Rigo.

Após recolher as garrafas e canudos plásticos, os alunos devem fazer uma estimativa entre a quantidade de produtos arrecadados e o número de participantes, para observar quanto se consumiu durante o período da campanha. Posteriormente, os resíduos terão um destino especial.

– Queremos transformar esses materiais em um item que lembre que eles contribuíram com o projeto. Devemos montar um terrário geométrico ou um pequeno vaso autoirrigável (antidengue). As tampinhas serão repassadas para as ONGs que fomentam seus recursos com o material, e algumas garrafas também devem ser aproveitadas para o projeto da miniempresa do colégio – complementou o professor Alexandre.

O “Cuide de mim” envolveu as áreas de Matemática, Química e Biologia. Posteriormente, deve também abranger os professores de Língua Inglesa, que estão trabalhando sobre a preservação de recursos para manter a população de abelhas. A ideia, portanto, é plantar nos vasos, que serão feitos com as garrafas, flores para incentivar a polinização, mostrando aos nossos alunos a importância em manter o ecossistema.