Notícias

Experiência literária incentiva proximidade de crianças com os livros

Prática une aprendizado teórico e prático

Um dos principais desafios em um mundo de “telas” é incentivar o gosto pela literatura em seus diferentes gêneros, como a poesia e a narrativa. A vivência do conteúdo repassado em sala de aula tem sido uma das apostas da professora do 3° ano do Ensino Fundamental do Colégio Província de São Pedro, Fidélia Stoffels Manfrin, para aproximar os pequenos dos livros. A experiência ocorre através da dramatização em sarau e com a personificação dos personagens estudados em atividades que envolvem a comunidade escolar.

– Ao encenar, os alunos não esquecem mais. Nesta idade, as crianças gostam de experiências diferenciadas. Além de incentivar a leitura, elas também aprendem de forma lúdica. Ao longo do trabalho, é possível notar o interesse deles quando passam a visitar a biblioteca, procurando por livros do gênero que estão estudando – explica Fidélia.

Geralmente, no primeiro semestre, a poesia é o objeto de estudo. Em sala de aula, a professora repassa o conteúdo, propõe a leitura de um livro e desenvolve atividades práticas preparatórias para um sarau, como a caracterização dos personagens e a distribuição de poemas, reproduzidos das obras estudadas ou criadas por eles mesmos, pela escola. O trabalho culmina com uma apresentação na biblioteca, com a declamação de poesias.

Já no segundo semestre, é tempo de estudar os textos narrativos. A proposta é fazer com que o aluno identifique o narrador, o tempo, o lugar, o enredo ou situação e os personagens. Um festival de fábulas encerra a atividade.

– Nada melhor para assimilar este conteúdo do que um teatro. As crianças se envolvem por completo com a escolha da fábula, fantasia, oratória e expressão corporal, transmitindo aos colegas a sua mensagem. É uma maneira divertida de aprender – complementa a professora.

As apresentações normalmente ocorrem na biblioteca do Colégio e contam com uma plateia formada por outras turmas ou pelos pais. Dessa forma, os alunos sentem-se estimulados e se esforçam ainda mais para que tudo ocorra dentro do previsto.