Notícias

Aplicativo do Google facilita aplicação de prova em escola da capital gaúcha

Estudantes do Colégio Província de São Pedro experimentaram o Pruvo, ferramenta disponível na plataforma do Google for Education

286256_613748_img_4371Com o objetivo de agregar inovação e buscar diferenciais nas abordagens didáticas, o Colégio Província de São Pedro vem realizando provas e testes com aplicativos da plataforma Google for Education, através dos Chromebooks, desde o início do ano. Em junho, os alunos do 4° Ano do Ensino Fundamental tiveram a oportunidade de fazer um teste, pela primeira vez, com o Pruvo, cujos diferenciais são facilitar o trabalho do professor na aplicação e correção das provas e possibilitar um preparo de materiais mais ricos para os alunos. Na ocasião, a professora Vanessa Hickmann Brandalise aplicou um teste sobre o livro da Rapunzel.

– A todo o momento a gente tenta achar novos artifícios para chamar a atenção e manter o interesse deles. Este aplicativo foi excelente, pois eles ficaram ainda mais interessados. Um dos principais diferenciais é deixar de lado o papel e o lápis e começar a utilizar a tecnologia nos estudos, algo que eles já adoram – explica Vanessa.

Ao término da prova, que contou com 27 perguntas, o aplicativo enviou para a professora os exames corrigidos com a nota alcançada. Após revisar o trabalho dos estudantes, Vanessa encaminhou o resultado para o e-mail deles.

Para os alunos, que levaram cerca de meia hora para finalizar a prova, utilizar o aplicativo foi fácil e se tornou um atrativo no seu processo de ensino.

– Eu gostei muito porque nunca imaginei que faríamos um trabalho assim – conta Enzo Schapke Bittar, de 9 anos.

– Eu adorei fazer a prova porque foi diferente, a gente nunca tinha feito isto. Achei bastante fácil – comenta Manoela Azevedo de Sampaio.

O Colégio Província é um dos pioneiros no país no uso das ferramentas do Google for Education, iniciando a sua implementação ao final de 2014. O projeto tem sido acompanhado pela sede da multinacional em São Paulo que, no ano passado, reconheceu o trabalho da instituição, convidando-a a participar do 3° Simpósio Global de Educação na Califórnia, Estados Unidos. Na época, o diretor Guilherme Peretti e o estudante Renato Ferraz de Almeida participaram do painel “Escolas de Excelência”, que contou também com a participação de representantes de uma escola sueca e outra norte-americana.

A professora Angela Abbot aplicou uma prova pelo mesmo aplicativo em uma turma do 5° Ano. Os exames contaram com o apoio do coordenador de TI, Matthaus Rodrigues.